Passeios ao redor de Muscat, Oma

No post anterior mostrei os passeios que podemos fazer em Muscat, a capital. Agora mostro os passeios fora da cidade!

Ao redor de Muscat:

Passeio no deserto & Wadi Bani Khalid

Esse era o tour que eu mais queria fazer. Minha primeira vez no deserto, e ainda um lindo Wadi pra mergulhar!

Fechamos um tour com a empresa Muscat Nature Tours por 80 OR. O guia era um cara da Tunísia super gente boa! Para andar no deserto tem que ser um carro 4×4 e com os pneus regulados. A trip demorou mais de uma hora, chegando lá, ele dirige o carro nas dunas (passei um pouco mal nessa hora porque revira muito) e faz umas duas paradas pra gente admirar a paisagem e tirar fotos.

Depois, descemos as dunas e paramos na ”casa dos beduínos”, que é uma tenda enorme com tapetes, almofadas e artesanato. Uma família de beduínos toma conta da tenda e conversa com os turistas, quando chegamos tinha mais 2 grupos pequenos lá. Eles oferecem água, café e tamaras, tudo free. Comprei uma pulseirinha de lembrança. Deu vontade de deitar e cochilar ali na tenda fresquinha, eu ainda estava meio tonta e enjoada com o passeio nas dunas. Dá pra andar nos camelos também, mas eu nao quis.

Depois de lá, seguimos para o Wadi. Inicialmente eu queria ir para o Wadi Shab, que é o mais famoso, mas o que estava incluso nesse tour era o Wadi Bani Khali. E foi otimo porque no outro temos que caminhar por quase uma hora pra chegar na cachoeira, send que nesse nao precisava andar (e o James nao podia andar muito, porque tinha machucado o pé).

Os wadis sao tipo oásis no meio das montanhas, com piscinas naturais e cachoeiras, água verdinha e límpida, onde voce pode nadar e mergulhar a vontade. A paisagem ao redor de Muscat é toda marrom e ”empoeirada”, pelas montanhas, pedras e falta de árvores, mas no wadi tem grama, árvores e muita água. A paisagem varia quando chove ou faz seca.

Ficamos por ali por algumas horas, tinha pouca gente, foi maravilhoso (sério,cliquem nas fotos para ampliar, o lugar é lindo!)! Nao queria ir embora, mas infelizmente tínhamos que terminar o tour, entao almoçamos (tem um restaurante bem simples e barato lá) mas a comida nem era muito boa (arroz, frango com curry, batata frita, pao). Voltamos pra Muscat e na volta paramos em frente ao Wadi Shab (o que eu queria ter iso) e na praia Tiwi, que eu queria visitar também, mas estava escuro já, fica pra próxima!

The ”secret beach”

Estou em dúvida se conto a localizaçao dessa praia ou nao…

Quando chegamos o casal que nos recebeu já falou dessa praia, que é quase sempre vazia porque é desconhecida pelos turistas. Entao fiquei muito feliz quando ele pode nos levar, mesmo que tenhamos ficado lá por apenas 1 hora 😦 Nao tem nenhuma infraestrutura nessa praia, portanto nao tem sombra. Eu ficaria lá por algumas horas de boa, mas os dois irlandeses banquelos que estavam comigo nao aguentariam! haha

Nadamos e fizemos snorkeling, foi a primeira vez que fiz e foi lindo ver tantos peixes coloridos e corais embaixo da água! Caso voce esteja mesmo indo pra lá, me manda um e-mail que eu te falo onde fica essa praia! haha

Entao é isso, finalizando os posts sobre o Oman! Caso tenham alguma duvida ou precisem de alguma dica específica, deixem um comentário!

Passeios em Muscat, Omã

Olá pessoas! Vamos voltar a falar de viagem? 🙂 Continuando com os posts sobre o Oman, lugar liindo que conheci em Novembro 2016. Já falei aqui sobre imigraçao, clima e o que vestir, e agora vamos aos passeios, o que fazer em Muscat e arredores?

Antes de ir, pesquisei em vários blogs os lugares que eu poderia visitar. E tinha cada coisa linda! Uma pena que a gente nao tinha mais dinheiro, se nao teríamos ido em todos os pontos turísticos! Porque os tours privados lá nao sao muito baratos, o James esqueceu a carteira de motorista dele entao nao podíamos alugar um carro, e o casal que nos hospedou tem um bebe entao tambem nao podiam fazer passeios longos com a gente. Mas fomos nos principais pontos, relaxamos nas praias, aproveitamos o Sol e me encantei com tudo.

Em Muscat (capital):

City tour: Palacio do Sultao, Grand Mosque, Mutrak Souk, Qrum Beach

Como a casa onde ficamos era um pouco longe do centro (porém perto do aeroporto), combinamos de passar apenas um dia no centro conhecendo a cidade. Pegamos uma carona ate a Sultan Qaboos Grand Mosque. Foi interessante visitar e conhecer um pouco da religiao mulçumana, porque o que eu sabia basicamente era o que vemos na TV (ou seja, nada muito bom). O tourist office da Mesquita é uma salinha pequena com sofás, e varios homens ficam lá conversando com os turistas e explicando o que voce quiser saber, entao aproveite! Nao pule essa parte porque é uma oportunidade de perguntar o que quiser, sobre a mesquita, a cultura ou a religiao deles. Eles oferecem café, água e tamaras, além de copias do Alcorao e outros livros.

Saindo da mesquita encontramos uns taxistas e perguntamos quanto ficava pra ir ate o mercado, o Mutrah Souk. Falaram 10 OR se nao me engano, e eu sabia que isso era muito caro! Negociamos e fechamos um ”city tour” com um dos taxistas por 20 OR e ele nos levaria para alguns pontos na cidade e de volta pra casa. Eles sao no geral bem amigáveis e falantes, entao foi legal conversar com o taxista durante o tour!

IMG_20161122_115707943_HDRIMG_20161122_115743388_HDRIMG_20161122_120915363_HDRIMG_20161122_122630978_HDR

Primeiro ele nos deixou no mercado, paramos para comer um sanduíche com suco de melancia fora do mercado e depois entramos e fomos olhar as coisas, mas como dizem esse mercado é mais pra turista, tem várias coisas legais mais alguns produtos ali vem da China entao nao é original do Omã! E também muitas coisas nao tem preço, eles dao o preço conforme a sua cara, voce pode barganhar mas nao tivemos muito sucesso nisso! Comprei apenas 3 echarpes.

Mas logo atrás desse mercado tem um muito mais simples e que o taxista falou ser ”original”, com apenas vendedores omanis.

IMG_20161122_123257570

Depois do mercado paramos na Qurum Beach, era tipo meio-dia e nao vi ninguém na água, mas pelo que pesquisei as pessoas nao usam biquíni ali entao fique atento caso voce queira dar um mergulho por lá.

IMG_20161122_134532010IMG_20161122_134253855_HDR

A próxima parada foi Al Alam Palace, ou Palácio do Sultao. Nao é permitido visitar o interior, mas a vista por fora já é bem legal, tem outros prédios do governo também e voce pode ver uns fortes antigos nas montanhas em volta!

DSC04597DSC04603DSC04610

The Wave Beach

The Wave (Al Moouj) é um bairro com shoppings e apartamentos, onde moram mais estrangeiros que trabalham lá, e eles tem uma praia ”particular”. Digo particular porque para chegar perto dessa praia de carro, voce precisa ter um cartao de acesso que só os moradores tem. Mas se voce for a pé, nao tem problema :p Como ficava perto da casa onde ficamos, e lá a gente pode usar biquíni, fui pra essa praia algumas vezes! Agua tranquila, sem ondas grandes. Só por favor nao encoste nas pedras, elas sao cheias de sea urchin. Em 5 minutos que estávamos lá, o James encostou numa rocha e uns 8 espinhos entraram no pé dele, fomos pro hospital e demorou semanas para se recuperar!

the wave beach oman

img_20161126_145007154_burst000_cover_top

IMG_20161126_164341554

Brunch no The Chedi

Vamos brincar de ser chique? Brunch com comida e bebida a vontade de 1 as 4:30 nas sextas-feiras. O hotel é lindo, com piscinas, uma praia particular e o buffet enorme! Tem mil tipos de entradas, pratos principais, carne, sushi, e as sobremesas… engordei uns 5 kg só ali! Apesar de ser 5 estrelas, nao precisa se vestir chique. Fui com um vestido e um sapato de salto nao muito alto, e levei uma rasteirinha na bolsa, chegando lá vi que o pessoal estava mais relax e troquei o sapato.

the-chedi

the-chedi-oman

img_20161125_164933913

img_20161125_141903747

img_20161125_141914010

img_20161125_141938139

img_20161125_141959478

img_20161125_142450623

img_20161125_151316486_burst000_cover_top

Em restaurantes para jantar fomos apenas em dois:

Kargeen Caffe (comida omani e iemenita). Nao era caro, mas também nao é barato.

img_20161123_175243244

img_20161123_181810503

E no Turkish House. Esse eu amei porque a comida era boa e barata!

img_20161119_142537711_hdr

O que eu mais gostei da comida no Oma foram os paes e muito suco de melancia (e outras frutas) baratinho!

Carnaval 2017

O carnaval esse ano em Dublin foi agitado! Essa semana teve até show do É o Tchan (confesso que eu fiquei com vontade de ir, relembrar os velhos tempos da quarta série dançando com os vizinhos nas festinhas de criança! haha)

Dia 26 de fevereiro teve a festa no Dtwo, já pela quinta vez. Eu fui e levei meu namorado (ele gostou da roda de samba!) mas fiquei apenas umas duas horas, nao deu pra ver todas as atracoes da festa. Teve várias bandas, barracas de comida (churrasco e doces) e concurso de Miss Carnaval. Claro que eu comi churrasco, mandioca frita e brigadeiro. Amo eventos brasileiros especialmente pelo comida!

O lugar estava bem cheio! Acho que em breve eles vao ter que achar um lugar maior, a festa está cada vez mais popular. Se voce gosta de carnaval e estará na Irlanda ano que vem, fique de olho na Real Events e Dtwo para nao perder a festa!

Carnaval em Dublin! + sorteio de convites

Siim… aqui em Dublin tem (quase) tudo para os brasileiros. Tem churrasco, feijoada, coxinha, festa junina e por que nao, Carnaval! A festa é produzida pela Real Events, que também realiza a festa junina todo ano.

Este ano o Carnaval em Dublin acontece no dia 26 de fevereiro. Confirme sua presença no evento aqui. A festa começa as 3 pm e vai até as 3 am. O valor da entrada é €5 até as 5 pm e €7 depois.

carnival-dublin

Atrações e Entretenimento:

★ Roda de Samba ★ Sara Yamit e Banda Kamaleão ★ Banda Só No Reduced (Marchinhas) ★ Morro 16 Samba Band ★ Samba Passistas ★ DJ Serginho ★ DJ Ronix ★ DJ Samuuh ★ Brazilian food market ★ Face and body painting ★ Free party accessories ★ Best ‘bloco’ competition ★ Dance Animators ★ Miss Carnival Ireland 2016 (in association with The Studio) & muito mais!

Tem também o concurso Miss Carnaval, a inscriçao é free e os premios sao €500 para o primeiro lugar e €200 para o segundo.

E claro que, assim como na festa junina do ano passado, vai ter sorteio de 1 par de convites para essa festa! Para participar é simples, basta comentar aqui nesse post ”eu quero ganhar!” e também pode curtir a página do blog e compartilhar a foto (o banner acima) na página do Face.

Para mais informações, contate a Real Events pelo e-mail realeventsireland@gmail.com.

Natal + Ano Novo fora de casa

Voce nao vai ter aquela ceia com gostinho de comida caseira feita pela mae/avó/tia, nao vai rever os primos e os parentes distantes, nao vai ter que ouvir a piada do pave (pensando bem isso é um lado bom), nao vai presenciar os barracos de família, nao vai abraçar todo mundo; vai no máximo fazer uma video chamada na noite do dia 24 ou 31, desejar Feliz Natal e Ano Novo, postar no Facebook, mandar mensagem aos amigos… Enfim, deu pra perceber que passar o Natal e Ano Novo longe de casa pode ser meio depre, mas quando voce nao pode viajar e ir passar uns dias no Brasil, tem que se virar com o que tem aqui!

Esse já é o terceiro final de ano que passo bem longe. No primeiro, fui passar o Natal com a minha tia que mora na Espanha, entao ainda estava em família, e o Ano Novo foi aqui em casa com os amigos. No segundo, passei o Natal + Ano Novo com os amigos também, e esse ano, no Natal fizemos uma ceia aqui e no Ano Novo vou sair pra algum pub/festa.

Claro que nao é a mesma coisa, mas estar com amigos é o melhor que podemos fazer aqui. Todo mundo está na mesma situaçao, gente de todo canto do Brasil, e a gente se junta pra fazer uma ceia brasileira e matar a saudade pelo menos da comida!

No Natal, as pessoas nao fazem nada aqui no dia 24, apenas um grande jantar no dia 25 (as crianças abrem os presentes de manha), e o Ano Novo é bem boring, nao tem nada de mais. Tanto que nos dois anos passados eu fiquei em casa e nem saí na rua. As pessoas tem férias ou dias off do trabalho e entao nesse período de festas de fim de ano ficam com a família, saem com os amigos e bebem muito – suspeito que os irlandeses vao passar Janeiro inteiro só pra se recuperar do fim de ano.

Nesse dia 25, eu passei o dia todo sozinha. E nao morri! haha Foi uma experiencia legal. Vamos ficando velhos e passamos a ter vários tipos de Natais – que até entao tinham sido todos iguais, com a família. Tem gente que prefere viajar, ir conhecer uma cidade nova, o que é muito bom também!

Na semana do Natal estava cuidando de uma gatinha em um apartamento em Phibsborough. E agora na semana do Ano Novo cuido de uma cachorrinha na Pearse Street. As famílias saem de férias e eu fico cuidando dos bebes! É bom pra ganhar uma grana extra fazendo o que eu adoro!

Ainda tenho mais 4 dias de folga e vou aproveitar pra descansar e começar 2017 com disposicao! haha 🙂

Bom fim de ano pra voces e um ótimo 2017! Que seja melhor que 2016, porque né…

img_20161223_222257911

img_20161224_211253920

img_20161225_124237737

img_20161224_211307217

img_20161228_095056487

Omã: imigração, clima e o que vestir

Ola pessoas! Resolvi pelo menos postar algumas dicas e fotos da ultima viagem, já que eu estou bem em dívida com o blog (nao postei quase nada sobre a viagem a Itália que fiz quase um ano atrás!). Em novembro 2016 passei 8 dias em Muscat, capital do Oman, no Oriente Médio.

Eu sinceramente nunca tinha planejado viajar pra aqueles lados, e foi uma ótima surpresa. O país tem paisagens lindas (desertos, lagos, praias lindas, e muitas montanhas) e um povo muito simpático! Tem muitos expats (estrangeiros que foram morar lá pra trabalhar) e nos últimos anos vem investindo muito em turismo. A religiao é o islam, mas eles sao bem mais tranquilos e relaxados do que outros lugares como a Arabia Saudita por exemplo (nem se compara!). Sao tambem mais abertos com estrangeiros e tolerantes quanto a roupas, vou explicar isso melhor no final.

Eles amam o seu Sultao, que esta ”reinando” há 46 anos. Antes dele, o país era fechado e nada evoluído. Todo mundo o adora e tem fotos dele espanhadas pela cidade e em todos os estabelecimentos. A venda de bebida alcoólica é proibida, voce pode consumir apenas em hotéis internacionais. Mas os expats podem ter um documento que os autoriza a comprar bebidas nas off license, mas eles tem um limite por mes. Por exemplo, o cara da casa onde ficamos, pode gastar 50 Omani Rials por mes em bebida, e cada compra vai sendo registrada na ”ficha” dele.

As estradas sao ótimas e a polícia é bem rígida. De acordo com o nosso guia, a polícia só se ocupa das infraçoes de transito, porque o índice de crimes lá é baixo. Se voce passar no sinal vermelho ou nao usar o cinto, por exemplo, tem que pagar uma multa alta + uma semana na cadeia!

Voo

Nao tem nenhum voo direto de Dublin a Muscat, e olhando os voos, sempre tinha uma, duas ou até tres conexoes. Escolhemos um com apenas uma conexao em Londres, com total de 16 horas de Dublin ate Muscat. O voo de Londres a Muscat dura umas 6 horas se nao me engano. Fomos com a British Airways e o voo foi bom, serviram jantar + cafe da manha e bebidas a vontade durante todo o voo, também, com filmes e series. E como a imigraçao em Londres (Heathrow) está chata, tivemos que passar pelo menos 3 vezes por segurança/controle de passaporte/controle de bagagem… tem que ter pelo menos 1h30 de conexao. Nao dormi nada e cheguei lá bem cansada!

Imigraçao/Visto

Brasileiros (assim como irlandeses) nao precisam tirar nenhum visto antes de ir. Fazemos isso no aeroporto, logo ao entrar, ficamos em uma fila e temos que ir ao guiche e pagar uma taxa. Tem dois tipos de visto para turistas: o de 10 dias e o de 30 dias. Pegamos o de 10 dias e se nao me engano custa 5 Omani Rial, uns €12.5. Queríamos pagar no cartao mas a mulher insistiu para pagarmos em dinheiro, como nao queriamos discutir e estavamos cansados após uma longa viagem, pagamos (fiquei com a impressao que eles cobram o quanto querem na cotaçao…).

Após esse guiche, tem outra fila, dessa vez para a imigracao mesmo, onde eles olham nosso passaporte e fazem perguntas. Para mim só perguntaram se eu falava árabe, porque eu tinha cara (ou nome, sei lá) de árabe! haha Depois disso tem o duty free (pequeno) e pronto, voce esta em Muscat!

Aeroporto de Muscat

Aeroporto de Muscat

Continuar lendo

Pausa no blog? + notícias

Ola pessoas, vim aqui só pra dar um Oi e dizer como estao as coisas! E já me desculpar porque nao sei quando vou voltar a postar novamente. Pode ser semana que vem, pode ser em fevereiro! Tenho muitas fotos e infos sobre o Oman para postar (estive lá em Novembro por uma semana, lugar lindo!) mas estou meio sem tempo para o blog.

A verdade é que meu intercambio está chegando ao fim esse mes. Depois disso, por enquanto só Deus sabe o que vai acontecer e pra onde a vida vai me levar! Meu terceiro visto de estudante de ingles vence no final do mes e mes passado eu apliquei para o visto De Facto Relationship Residence Permit, que é quando voce tem um relacionamento com um cidadao europeu/irlandes e moram juntos por 2 anos. Daí, se cumprir todos os requisitis, eles de tao permissao para morar e trabalhar na Irlanda.

O problema é que a imigracao vai demorar pelo menos 5 meses para analisar e me dar uma resposta. Enquanto isso, nao posso trabalhar legalmente e eles me aconselham a atualizar meu visto (leia-se ”pagar uma faculdade” que é a única possibilidade, e eu nao tenho grana pra isso e mesmo se tivesse nao ia gastar um absurdo com um curso que eu nao quero). Só pra recapitular: apos tres vistos de estudante de ingles (8 meses cada, total 2 anos) caso queira continuar aqui voce pode fazer faculdade e com isso ficar mais 4 anos (1 ano cada visto).

Entao preciso decidir se espero esse visto aqui na Irlanda ou me mudo pra Espanha (de vez, ou apenas por alguns meses para esperar a resposta da imigracao). Poderia ainda passar uns meses em Londres fazendo estagio na mesma empresa que eu trabalho aqui. Ou seja, nao é uma decisao pequena!

Estou pensando muito a respeito de tudo e se voce esta lendo isso, torça por mim e me mande energias positivas, estou precisando! 🙂 Amo a Irlanda mas tenho que pensar no que é melhor pra mim agora e pro futuro.

Assim que tiver um tempo eu volto com mais posts, provavelmente sobre a viagem a Muscat – Oman ou quem sabe algumas entrevistas com outros intercambistas, sobre escolas, dicas, etc! Se tiver algum assunto que voce quer ver aqui, nao deixe de me falar. Ideias para posts sao bem vindas!

be