ECM/The English Studio: primeiras 2 semanas de aula

Oi pessoas! Renovei o visto faz umas 3 semanas (nem vou contar a saga toda porque é basicamente igual toda vez: muita espera, estresse etc) e comecei as aulas na primeira semana de maio.

A escola sempre teve uma reputação relativamente boa, pelo que eu saiba, desde que cheguei aqui sempre acompanho os comentarios sobre escolas, e nunca ouvi reclamacoes sobre ela. Recentemente, o nome mudou para The English Studio, pois a escola fou comprada por um grupo da Inglaterra. Comecei no nivel avançado de novo, e fiquei sabendo que a escola tem um nivel depois do avancado, o Proficiency. Vou falar então sobre o que eu achei dessas duas primeiras semanas e das mudanças de sala.

ecm the english studio dublin

Continuar lendo

Dicas e ofertas no site Language Discount

Como contei aqui estou trabalhando na EazyCity Dublin, mas também na Language Discount, que é uma empresa “irmã”. Pra eles eu faço traduções pra Português, pesquisas de marketing e administro a fan page recém-criada.

No site da Language Discount você vai encontrar ofertas em cursos de idioma (principalmente inglês, mas tem cursos de espanhol, italiano e francês também), acomodação, tours e outras ofertas relacionadas.

language discount

De acomodação, por exemplo, recentemente tivemos uma oferta de hospedagem em apartamentos em Londres no ano novo por 25 euros a diária, muito barato!

Principalmente pra quem quer estudar nas férias, existem muitas ofertas de cursos mais rápidos (2, 3, 4 semanas…).

A maioria das ofertas é para a Irlanda e Reino Unido e você pode escolher a linguagem do site. No site também tem um blog com posts semanais sobre viagens, estudo e trabalho no exterior e curiosidades.

E na página Language Discount em Português sempre postamos dicas, links, fotos, ofertas e informações úteis para os viajantes e estudantes. Curte lá! 🙂

Também tem as páginas em espanhol, francês, italiano, além da página principal em inglês. Dá pra ir treinando várias línguas!

E se você não achar uma oferta do jeito que procura, basta entrar em contato pelo site ou page que iremos entrar em contato e achar a melhor opção para o seu tempo disponível e orçamento.

Preparativos para o intercâmbio: 45 dias antes

Contagem regressiva...

Contagem regressiva…

Gente, nem parece que passou tão rápido! O último post que fiz sobre os preparativos do intercâmbio foi o de 5 meses antes. E agora já faltam menos de 2 meses. Mas para a viagem faltam apenas 32 dias, pois vou um pouco antes do curso começar.

Recapitulando pra quem não leu antes: em março vou pra Dublin, Irlanda, fazer um curso de inglês que terá duração de 6 meses, mas o visto é de 1 ano. A ansiedade já está batendo, tipo “meu deuuus tá chegando e ainda falta fazer muita coisa!”. Mas vamos ao resumo:

O que já fiz:

– Paguei o curso de inglês;

– Comprei a passagem de ida para Roma (vou ficar 10 dias lá antes de ir para Dublin);

– Comprei a passagem de ida de Roma para Dublin;

– Comprei o seguro viagem para a Europa pelo período que vou ficar em Roma (GTA Euro Assist);

– Reservei o hostel para me hospedar em Roma, o La Controra;

– Escaneei todos os meus documentos e cartões e deixei guardado no meu e-mail e no da minha mãe;

– Imprimi todos os e-tickets, a reserva e seguro;

– Estou guardando todos os documentos relativos ao intercâmbio em uma pasta (de verdade, de plástico) e no computador.

– Fiz o cartão Visa Travel Money e comecei a comprar os euros.

– Comprei um kit de malas do jeito que eu queria e numa promoção!

O que ainda falta?

– Comprar a passagem de volta de Dublin para o Brasil;

– Fazer as procurações e deixar com os meus pais;

– Ir ao banco para resolver sobre minha conta e cartões;

– Comprar mais euros;

– Fazer alguns exames médicos.

Por enquanto é isso… Volto com mais um post quando resolver mais algumas pendências!

Preparativos para o intercâmbio: 5 meses antes

Preparativos para um intercâmbio na Irlanda

Cinco meses parece muito tempo, mas quando você já tomou a decisão faz mais de um ano, parece que falta pouco e tem muita coisa pra resolver!

Estou fazendo aos poucos, mas já com essa antecedência e sempre anotando tudo para não esquecer nada. E sempre pesquisando antes sobre as opções, são elas que me angustiam, as opções! Primeiro passamos pelo desafio de escolher um país, uma cidade, sem nem conhecê-la, na maioria das vezes. E depois temos que escolher uma escola.

A escolha da Irlanda e da escola NED eu já contei [aqui].

De lá pra cá as providências que eu tomei foram:

– Paguei o curso de inglês (6 meses, com 1 ano de visto), em 5 parcelas, já quitadas;

– Comprei a passagem de ida para Roma (vou ficar 10 dias lá antes de ir para Dublin);

– Comprei a passagem de ida de Roma para Dublin;

– Comprei o seguro viagem para a Europa pelo período que vou ficar em Roma;

– Reservei o hostel para me hospedar em Roma, o La Controra;

– Escaneei todos os meus documentos e cartões e deixei guardado no meu e-mail e no da minha mãe;

– Imprimi todos os e-tickets, a reserva e seguro;

– Estou guardando todos os documentos relativos ao intercâmbio em uma pasta (de verdade, de plástico) e no computador.

O que ainda falta? Muita coisa que eu nem consigo listar tudo, mas é mais ou menos isso:

– Comprar a passagem de volta de Dublin para o Brasil;

– Fazer as procurações e deixar com os meus pais;

– Ir ao banco para resolver sobre minha conta e cartões, preciso fazer um só de débito;

– Fazer um cartão pré-pago e carregar com euros;

– COMPRAR EUROS!!

– Comprar 1 ou 2 malas (ainda não decidi de qual tamanho vou levar, por causa da viagem a Itália antes, não vou poder levar 2 malas grandes, por causa do sufoco que seria para carregá-las)

Vou tentar fazer um post a cada mês, contando sobre os preparativos, espero ajudar alguém a não esquecer de nada caso também esteja querendo fazer o mesmo!

>> Leia também: Preparativos para o intercâmbio: 45 dias antes

Intercâmbio na Irlanda

Finalmente posso fazer esse post depois de meses pesquisando muito sobre intercâmbio na Europa, já que essa possibilidade está se tornando um pouquinho mais concreta.

Os motivos para uma pessoa querer morar fora do Brasil, estudar, viajar ou trabalhar fora são vários, e nem vou ficar falando dos meus por enquanto, mas em resumo, já digo que são tantas decisões e escolhas que a pessoa deve fazer, que não dá pra decidir de uma hora pra outra onde, como e quando você vai começar.

Para quem não tem dinheiro sobrando a primeira questão que surge é: qual o destino mais barato? E é exatamente por isso que a Irlanda é um dos lugares preferidos dos intercambistas: o valor de um curso de inglês de 6 meses é bem próximo ou até o mesmo de um curso de 2 meses em outro país, como Inglaterra ou Canadá. Se você quer fazer o curso nas suas férias, então você tem mais opções, pois cursos de 1 mês tem em muitos países e geralmente estão na mesma faixa de preço.

As escolas são outro diferencial, pois em Dublin existem muitas, para todos os tipos de bolsos e gostos. Além dos cursos de General English, muitas oferecem cursos de Marketing, Business, Turismo e Hotelaria, Fotografia… Para fazer faculdade, a coisa é diferente, além de bem mais caro, são necessários vários requisitos.

A facilidade de conseguir o visto de estudante na Irlanda (que dá direito a trabalhar legalmente) é outro fator muito importante. Funciona assim: você compra um curso aqui mesmo no Brasil, com uma agência ou diretamente com a escola, o seguro saúde obrigatório, paga também uma acomodação para quando chegar lá. Assim que chegar, ao passar na Imigração, apresenta os documentos e eles te dão um visto temporário de 1 mês até 3 meses. Nesse tempo você começa o curso na escola, pega mais alguns documentos, abre uma conta no banco e deposita os 3.000 euros que deve levar e corre atrás do GNIB (que custa 300 euros) e é o visto de estudante com duração de 8 meses (ate outubro 2015 era 1 ano). Quando estiver acabando esse tempo, dá pra comprar outro curso e renovar o visto por mais 8 meses.

Pelo que tenho visto nos blogs, com esse valor de 3.000 euros que é obrigatório para conseguir o visto, a pessoa consegue se manter sem trabalhar por mais ou menos 5 meses, economizando. Isso contando aluguel, alimentação e transporte. No primeiro mês se gasta mais, pois geralmente os apartamento pedem um depósito inicial (que será devolvido quando você sair dele), mais a taxa para retirar o visto, que é de 300 euros.

Permissão para trabalhar (atualizado em 07/02/2015): a regra geral sempre tinha sido que enquanto o aluno está no curso, pode trabalhar por até 20h por semana, e quando acabar o curso, são 40 horas. Porém, em janeiro de 2015 foi acrescentado um detalhe: trabalhar 40 horas por semana (ou seja, de férias da escola) só será permitido no verão (maio, junho, julho, agosto) e de 15 de dezembro a 15 de janeiro. Fora esses meses, mesmo que a pessoa esteja de férias da escola, não pode trabalhar full time. Eu particularmente achei isso um saco, vai me atrapalhar bastante!

Claro que arrumar qualquer emprego lá não está muito fácil, mas isso é outro assunto… Lá também é comum as meninas trabalharem de au pair, morando na casa de uma família irlandesa para cuidar das crianças, nesse caso ela não tem gastos com moradia e alimentação.

Os cursos de inglês duram 6 meses, e os outros 2 meses são considerados “férias” (totalizando 8 meses de visto), podendo trabalhar ou simplesmente ficar morando lá, viajando etc. As passagens para outros países da Europa são bem baratas, a distância não é grande, então dá pra aproveitar e conhecer vários lugares diferentes enquanto estuda e aprende um novo idioma.

Questões de moradia (alugar apartamento), transporte, trabalho, são outros detalhes importantes que vou falando mais pra frente.

Pra mim, a grande dúvida era: qual escola/agência escolher? Consultei MUITAS e li bastante coisa a respeito delas, qual o melhor preço, localização, reputação etc. É complicado, pois você vai investir uma boa grana e várias coisinhas podem dar errado. Mesmo querendo contratar uma agência para “resolver tudo pra você”, isso pode não acontecer. Basta pesquisar no Reclame Aqui (dá medo, sério). É uma questão de pesquisar, mas mesmo assim, ainda há o fator “arriscar”. Contratar e torcer para que dê tudo certo. Também dá pra fechar direto com a escola, muitas delas, inclusive, possuem funcionários brasileiros.

Sites e blogs com informações muito úteis para quem quer saber mais sobre esse intercâmbio:

Vida na Irlanda
André e Stéfane em Dublin
Dublin BR
E-dublin

A escolha: foram meses de pesquisa, gostei de uma agência que me atendeu bem e tirou várias dúvidas, outra estava com um preço ótimo numa promoção, mas não gostei das taxas no caso de alteração e desistência, outras agências e escolas pareciam boas mas o preço estava bem acima do meu orçamento. Até que, no fim de outubro, achei um blog de um intercambista, que contava sobre a ida dele e sua namorada, com vários detalhes práticos. Vi que ele começou a trabalhar numa escola e ela estava com uma promoção, entrei e contato e gostei das condições, principalmente da facilidade no pagamento.

Acabei fechando o curso, 1 semana de acomodação, transfer e seguro obrigatório com a escola NED Training Centre, com o representante André. Valor: R$ 3.200 parcelados em 5x no boleto bancário. À vista era R$ 3.100. Em geral, todos os orçamentos que vi ficavam entre 4 e 10 mil reais.

Agências que indico por causa do bom atendimento: STW (Anderson), Bil Intercâmbios (Fernanda Cristina), Gotolondon, Optima (Talita), EazyDublin.

Essa foto representa bem o que a minha mãe fala quando eu digo que vou estudar na Irlanda: “Mas lá tem cara desses lugares medievais, de bruxa! Dá medo!”. E eu “Sim, é lindo, né?!”.