Natal + Ano Novo fora de casa

Voce nao vai ter aquela ceia com gostinho de comida caseira feita pela mae/avó/tia, nao vai rever os primos e os parentes distantes, nao vai ter que ouvir a piada do pave (pensando bem isso é um lado bom), nao vai presenciar os barracos de família, nao vai abraçar todo mundo; vai no máximo fazer uma video chamada na noite do dia 24 ou 31, desejar Feliz Natal e Ano Novo, postar no Facebook, mandar mensagem aos amigos… Enfim, deu pra perceber que passar o Natal e Ano Novo longe de casa pode ser meio depre, mas quando voce nao pode viajar e ir passar uns dias no Brasil, tem que se virar com o que tem aqui!

Esse já é o terceiro final de ano que passo bem longe. No primeiro, fui passar o Natal com a minha tia que mora na Espanha, entao ainda estava em família, e o Ano Novo foi aqui em casa com os amigos. No segundo, passei o Natal + Ano Novo com os amigos também, e esse ano, no Natal fizemos uma ceia aqui e no Ano Novo vou sair pra algum pub/festa.

Claro que nao é a mesma coisa, mas estar com amigos é o melhor que podemos fazer aqui. Todo mundo está na mesma situaçao, gente de todo canto do Brasil, e a gente se junta pra fazer uma ceia brasileira e matar a saudade pelo menos da comida!

No Natal, as pessoas nao fazem nada aqui no dia 24, apenas um grande jantar no dia 25 (as crianças abrem os presentes de manha), e o Ano Novo é bem boring, nao tem nada de mais. Tanto que nos dois anos passados eu fiquei em casa e nem saí na rua. As pessoas tem férias ou dias off do trabalho e entao nesse período de festas de fim de ano ficam com a família, saem com os amigos e bebem muito – suspeito que os irlandeses vao passar Janeiro inteiro só pra se recuperar do fim de ano.

Nesse dia 25, eu passei o dia todo sozinha. E nao morri! haha Foi uma experiencia legal. Vamos ficando velhos e passamos a ter vários tipos de Natais – que até entao tinham sido todos iguais, com a família. Tem gente que prefere viajar, ir conhecer uma cidade nova, o que é muito bom também!

Na semana do Natal estava cuidando de uma gatinha em um apartamento em Phibsborough. E agora na semana do Ano Novo cuido de uma cachorrinha na Pearse Street. As famílias saem de férias e eu fico cuidando dos bebes! É bom pra ganhar uma grana extra fazendo o que eu adoro!

Ainda tenho mais 4 dias de folga e vou aproveitar pra descansar e começar 2017 com disposicao! haha 🙂

Bom fim de ano pra voces e um ótimo 2017! Que seja melhor que 2016, porque né…

img_20161223_222257911

img_20161224_211253920

img_20161225_124237737

img_20161224_211307217

img_20161228_095056487

E a dieta no Intercâmbio…

Acho engraçado que o fato de sair do seu país e ir morar em um lugar diferente, com comida e cultura diferente, pode ter um impacto totalmente diferente em cada pessoa! Muita gente diz ”intercambio engorda” (eu sou desse time), já outras emagreceram ao chegar aqui. Só sei que é muito difícil tentar manter uma boa alimentaçao quando a sua rotina muda tanto.

Pra começar, voce acabou de chegar e passa os primeiros dias passeando pela cidade (anda muito), procurando casa pra dividir (anda mais ainda), primeiros dias na escola, abrindo conta no banco, acertando toda a documentaçao do visto. Nesse primeiro momento a tendencia é emagrecer, porem nos alimentamos mal, ja que nao temos uma casa fixa ainda e um cantinho pra cozinhar. E como a maioria precisa economizar, acabamos comprando lanches baratos e nada saudáveis.

chicken roll

Continuar lendo

Intercambio na Irlanda – peça um orçamento e tire dúvidas :)

Pra quem nao sabe, eu trabalho em uma agencia, temos acomoçadao, cursos de ingles, cursos preparatórios, assistencia na busca de emprego, tours. Voce pode comprar cada serviço separado ou montar um pacote personalizado ideal pra voce.

A maioria dos nossos clientes sao italianos, franceses e espanhóis. Temos poucos brasileiros nas nossas acomodacoes, o que é ótimo para praticar o ingles! Brasileiros geralmente preferem o curso de 6 meses (com 8 meses de visto e permissao para trabalhar) e até ano passado tinhamos apenas um curso desse tipo.

Esse ano conversei com algumas escolas e escolhi os melhores preços dentre as escolas constantes na lista ILEP, com boa reputacao e qualidade. Uma delas, inclusive é onde eu estudo, a The English Studio. Temos parceria também com a Delfin, IBAT e Grafton College.

Voce pode escolher a escola, incluir acomodacao ou nao, enfim, montar seu pacote! E para os primeiros clientes, o transfer do aeroporto é grátis, além de um chip de celular.

Se voce nao pode ou nao quer ficar muitos meses aqui, temos cursos curtos também, de 1 semana, 2, 4, quantas voce quiser. E os cursos voce pode escolher entre manha ou tarde, primeiro curso ou renovacao de visto (para quem já estudou aqui) que tem valor menor.

Para receber uma cotacao ou tirar dúvidas basta me enviar uma mensagem aqui, por e-mail (bethania@eazycity.com) ou na página do Facebook!

Se voce é um pai ou mae e quer mandar seu filho para estudar em Dublin, entre em contato também e eu te passo os preços e tiro suas dúvidas.

www.dublin.eazycity.com

guia visual irlanda folha

Intercâmbio no Peru – relato de Cryslan de Moraes

O post de hoje é um pouco diferente. Voces vão ler o relato do Cryslan, que fez um intercâmbio no Peru, trabalhando com crianças carentes e viajando pelo país. O Peru é lindo, foi uma das melhores viagens (contei tudo aqui no blog) que ja fiz e com certeza quero voltar!  Obrigada Cryslan pelo relato e fotos! 🙂

trabalho voluntario peru

Continuar lendo

Intercâmbio na Irlanda: o que trazer na mala?

Já que o post Mochilão no Peru: o que levar na bagagem é sempre um dos mais lidos aqui no blog e eu tive muitas dúvidas sobre o que trazer e o que não trazer pra Irlanda, resolvi dar algumas dicas baseadas na minha experiência.

Sempre tem aquilo que a gente compra pra trazer, que traz e não usa, que se arrepende de não ter trazido, que esquece. Então pra tentar acalmar um pouco essas dúvidas, montei uma listinha.

dicas para fazer as malas para a europa

Continuar lendo

Preparativos para o intercâmbio: 5 dias! Procuração e Banco

É clichê mas preciso dizer: você passa muitos anos desejando uma coisa, começa a planejar e parece que falta muito tempo, e DE REPENTE, o tempo voa e quando vê já faltam 5 dias! Hoje foi dia de cuidar da parte burocrática: fazer uma procuração e ir ao Banco ver quais providências precisa tomar.

documentos intercâmbio

Procuração

Pra começar, é importante fazer uma Procuração, pois pode acontecer algum problema aqui e alguém vai poder resolver por você, como no Banco, faculdade, trabalho, DETRAN, etc. A procuração pode ser particular (você mesmo faz e só leva no cartório para reconhecer firma) ou pública (feita pelo cartório, você só leva os dados, seu e de quem vai ser seu procurador).

Eu fiz uma procuração particular, de plenos poderes, para a minha mãe. O custo foi apenas R$9,05 para reconhecer firma e R$0,50 para abrir a firma, que eu ainda não tinha naquele cartório. Abrir firma nada mais é do que deixar sua assinatura registrada lá. No caso da procuração pública, feita pelo cartório, é bem mais cara, passa de R$100,00.

Além dessa, que dá poderes gerais, fiz também uma específica para o Banco do Brasil, pois assim a minha mãe vai poder mexer na minha conta caso precise. Isso porque a funcionária do cartório disse que os Bancos só aceitam procurações públicas, então a particular de amplos poderes que eu tinha feito não ia valer para o Banco. Essa foi uma procuração pública para bancos, e custou R$48,00. Eles fizeram lá na hora no cartório, só precisa dos seus dados, os da pessoa e os dados bancários (conta e agência).

Então resumindo: fiz duas procurações, e tirei 2 cópias autenticadas de cada uma.

Banco

Depois, fui à minha agência do Banco do Brasil e no atendimento pedi para cadastrarem a procuração. O cara demorou um tempo cadastrando e depois me disse que não deu para concluir porque a minha mãe precisava estar presente ao cadastrar a procuração, já que estava em nome dela. Então essa parte ficou pendente, ela vai ter que ir lá depois para concluir.

No Banco também habilitei meus cartões de crédito para uso no exterior. Isso foi feito no caixa eletrônico mesmo. Eu fico com o pé atrás porque quando fui para o Peru, também habilitei (mas pela internet) e chegando lá não consegui fazer nada com o cartão!

Sobre o internet banking, ele me disse que eu poderia acessar lá e não precisava habilitar nada aqui.

O que falta

– Comprar mais euros (esses dias está subindo :/)

– Concluir o processo da procuração no Banco

– Fazer o teste on line que a escola usa para nivelar os alunos

– Arrumar as malas 🙂