As perguntas que mais recebo

Achei melhor juntar tudo e responder num post só porque quase todo dia recebo perguntas bem parecidas. E as campeãs são:

1 – Quero ir pra Irlanda, o que preciso fazer?

2 – É difícil arrumar emprego aí?

3 – Você já tinha noção de inglês antes de ir?

4 – Quanto dinheiro preciso ter?

5 – Porque escolheu a Irlanda?

Ireland

1 – Quero ir pra Irlanda, o que preciso fazer?

Primeiro, aceitar os seguintes fatos: aqui faz frio, você vai ficar dias sem ver o Sol e tem bastante brasileiro. Depois, juntar dinheiro e se organizar! E isso inclui PESQUISAR e ler muito, em sites, blogs, Facebook, whatever. Pra não chegar aqui sem saber de nada como eu vejo muita gente fazendo. Se você quer vir estudar por menos de 3 meses, é mais fácil: compre um curso numa escola, com pelo menos uma semana de hospedagem (ou mais), tenha pelo menos 500 euros por mês que ficará aqui, passaporte válido, passagem de volta. E você vai poder estudar e passear bonitinho pela Europa.

Já se quer ficar mais de 3 meses, 6 meses, ou 1 ano, você vai precisar comprar um curso de inglês de pelo menos 6 meses de duração, seguro governamental, hospedagem (pelo menos 1 semana – recomendo 2), passaporte, passagem de volta. Chegando aqui, você vai seguir todos os procedimentos para tirar seu visto de estudante.

2 – É difícil arrumar emprego aí?

Fácil, fácil, não é, claro! Não ache que seu diploma de direito, medicina, psicologia etc vai valer algo! Aqui a concorrência é grande, todos os dias chegam centenas de imigrantes e até pra lavar pratos ou limpar uma casa você vai ter que enfrentar centenas de outros candidatos., vão exigir experiência e bom nível de inglês.

Eu pessoalmente não conheço ninguém que teve que voltar pro Brasil porque não arrumou emprego. Todos os meus amigos estão trabalhando. Então quem corre atrás sempre consegue algo. Um pouco de sorte e ter amigos que possam te indicar também ajuda.

3 – Você já tinha noção de inglês antes de ir?

Muita gente fala que quer vir mas não fala nada de inglês. Pode? Claro. Mas você vai ralar um pouquinho mais no começo. Tudo o que os professores falam é em inglês, então você pode ficar sem entender o que eles está te perguntando ou te pedindo pra fazer.

Com o tempo você vai se acostumando a ouvir e vai aprendendo a falar. Mas, a não ser que você feche um pacote hoje pra vir amanhã, o que te impede de começar a estudar aí mesmo onde você está agora? Mesmo que seja só assistindo muitos filmes e séries legendadas, pra se acostumar com a língua. E a internet tem tantos sites úteis pra aprender inglês de graça que eu me impressiono quando alguém diz que não sabe nada. É meio falta de vontade, porque acesso você tem, sim. Alguns que eu indico: Inglês na ponta da lingua (assine a newsletter e todo dia você vai receber um post no seu e-mail), Influx, Learn English, Eslpod (podcasts com diálogo e os textos).

Eu já tinha uma boa noção, era uma das minhas matérias favoritas na escola e apesar de o ensino do inglês em escolas normais geralmente ser uma merda, eu aprendi bastante gramática, mas deve ser porque eu me interessava. Sempre vi muitos filmes, séries e prestava atenção na letra das músicas, então boa parte aprendi sozinha também. Nunca pratiquei porque não tinha nenhum amigo gringo. Um ano antes de vir, resolvi me matricular numa escola de inglês pela primeira vez, pra dar um gás! E foi bom, deu pra exercitar um pouco.

Quando cheguei, era um pouco travada pra falar, mas nas primeiras semanas isso foi passando. Falar inglês é conhecimento + treino. O conhecimento vem da escola, dos filmes, do que você lê e ouve. E o treino, só falando! Claro que eu não me sinto 100% satisfeita e sei que cometo erros ou às vezes deixo de falar algo porque não sei como, e também não entendo 100% do que os irlandeses falam (nunca irei entender tudo!), mas já melhorei bastante e não tenho vergonha de falar. Realmente o sotaque irlandês é algo… único. Eu não gostava, agora tô mais acostumada. Mas alguns realmente são impossíveis de entender…

4 – Quanto dinheiro preciso ter?

Isso varia muito de acordo com as escolhas que você faz: a escola, a passagem, o aluguel que vai pagar quando chegar aqui… Enfim, muitas coisas, mas os gastos básicos que terá vivendo aqui já descrevi aqui nesse link, então não seja preguiçoso e não me pergunte isso de novo, tá? 🙂 E para os gastos antes de vir, são: passaporte (150 e poucos reais), passagem de avião (uns 2.500 reais), pacote curso de inglês, que geralmente inclui 1 semana de acomodação, transfer e seguro (5 a 9 mil reais).

5 – Porque escolheu a Irlanda?

Confesso que, inicialmente, foi porque era o lugar mais acessível: o valor de um curso de 6 meses era bem razoável e a gente tinha permissão para trabalhar. Agora o Governo está implicando um pouquinho com essas questões, mas ainda vale a pena, na minha opinião. Fora isso, eu acho esse país lindo, não me arrependo nem um pouco de ter vindo pra cá. Dublin, apesar de ser capital, não é muito grande e é fácil chegar em qualquer lugar, é tranquila, relativamente segura (muito segura comparando a qualquer outra capital brasileira) e é fácil viajar para outros países da Europa.

Se você tem mais alguma dúvida que NÃO foi respondida nesse post ou nos links, pode continuar mandando por aqui, ou por e-mail, ok?

Anúncios

30 comentários sobre “As perguntas que mais recebo

  1. Adorei o post, principalmente a parte que você falou “Primeiro, aceitar os seguintes fatos: aqui faz frio, você vai ficar dias sem ver o Sol e tem bastante brasileiro.”. Vejo muita gente querendo ir pra Irlanda sem ter noção nenhuma de nada, dizendo que odeia frio… tá indo pro lugar errado né!? hehehe
    Beijos!

    Curtir

  2. Olá. A gente pode ler, reler, pesquisar, pesquisar mais, assistir videos e mais videos,e parece que não é suficiente kkkk…por isso acho mais interessante ler as experiências pessoais de cada um que foi, que já mora fora ou que está indo fazer intercâmbio…são sempre histórias muito enriquecedoras!

    Curtir

    • Eu trouxe de duas formas: uma parte em espécie e uma parte no VTM. O VTM achei que foi meio inútil, se eu viesse de novo traria tudo em espécie por causa da economia (menos taxas). É só ter cuidado e não dar bobeira com a grana. O VTM é mais seguro, porém sai mais caro, fora que cobra taxa pra sacar tbm quando vc chega aqui. Vc tem que avaliar o que é importante pra vc.

      Curtir

  3. Oi Bethânia! Descobri o seu blog faz alguns dias e adorei, já li alguns posts e quero lhe agradecer pela generosidade de compartilhar sua experiência e aprendizado, pois sei que escrever toma tempo e você o dedica para ajudar quem também quer viver essa experiência. Bem, tenho algumas dúvidas e ficaria muito grata se você pudesse me ajudar, são questões bem específicas:
    – Meu marido e eu pretendemos ir para a Irlanda para ficar um ano (talvez ficaremos dois), com objetivo principal de estudar inglês e, claro, trabalhar. Planejamos ir em 2016. A dúvida maior é: li que com essas novas resoluções do governo irlandês, só pode trabalhar 40 hrs de maio a agosto. Assim, se formos em março (como inicialmente tínhamos pensado), não vamos conseguir fazer coincidir as férias da escola nesses meses (a menos que a escola nos conceda férias depois de 3 meses, mas isso não é garantido, varia de escola pra escola, né?), assim, só vamos poder trabalhar sempre 20hrs. O melhor neste caso seria irmos em final de agosto, então (precisamos escolher entre março e agosto, pois como somos professores, a nossa licença é concedida no início de um semestre ou de outro). Além disso, até agosto conseguiremos guardar mais dinheiro ainda. A vantagem de ir em março, porém, é que estamos suuuper empolgados e 2015 já está demorando a passar… Qual seria a sua sugestão, perante sua experiência como intercambista em Dublin?
    – É melhor ir com agência ou tratar tudo direto com a escola (neste caso, teria de ir atrás também do seguro governamental, ou isto é junto com o visto)?
    – Já pesquisei orçamento com uma agência que parece ser de confiança, e o melhor valor foi com a Erin School of English (antiga Eden School). Você por acaso já ouviu falar dela? Pesquisei um pouco na net e os feedbacks de alunos foram bons… Claro que vou pesquisar em outras agências também. A ideia me agrada pois já contrataríamos 2 semanas de acomodação com a agência.
    – Sobre seguro saúde: vale a pena pagar um seguro saúde particular com a agência (mais de dois mil reais por pessoa, válido por um ano)? Andei lendo sobre os custos de uma consulta médica particular aí e me assustei com o preço… A gente não espera ficar doente, né, mas e se precisar…? O que você pensa a respeito?

    Bem, já peço desculpas pelo tamanho do comentário… :/ Preciso decidir sobre a data da partida para contratar e começar a pagar as parcelas para a agência (caso contratarmos uma). Aguardarei a sua opinião antes disso. Muito muito obrigada!!

    OBS.: Quanto mais eu leio e penso a respeito, fico mais empolgada com a possibilidade de viver um tempo na Irlanda, com outra língua, outra(s) cultura(s), outro modo de viver! =D Já estou fazendo roteiros de tudo o que queremos conhecer e vivenciar na Irlanda!

    Curtir

    • Ola Pati,
      É melhor vir em agosto, para aproveitar o verão no ano seguinte e poder trabalhar full time.
      Sobre a agência, geralmente o preço não aumenta tantoo comparado com a escola, então se a diferença não for muita, é melhor fechar com a agência. Caso seja muito mais caro, feche direto com a escola, mas só se a escola tiver uma boa reputação e não for dessas muito baratas sabe? A Erin eu não conheço, não posso falar…
      E sobre o seguro: o obrigatório já vai vir junto com o pacote, seja fechando com agência ou direto com a escola. Eu não acho que seja necessário fechar um seguro particular, a não ser que vcs tenham alguma coisa que precise ficar indo no médico sempre, ou se ficam doentes sempre.. eu por exemplo to aqui faz 13 meses e não fui no médico nenhuma vez, só tive umas 2 gripes e 1 dor de garganta. Mas em todo caso, pra mim o seguro não fez falta e se eu precisar ir ao médico, a consulta custa em média 50 euros, como é uma coisa bem esporádica, não fica caro. Daí caso precise esse médico te encaminha pro hospital e lá voce não paga nada. Já se vc for direto pro hospital paga caro… então tem que sempre ir no médico particular (que se chama GP) primeiro, em uma clinica.
      Vindo em março ou agosto, lembre-se de fechar 3 ou 4 semanas de acomodação, pois essas são as épocas em que mais chega gente e é difícil achar uma casa legal em duas semanas!
      Bjos

      Curtir

  4. Olá! Adorei tudo o que falou 🙂 mais uma vez deixou tudo mais claro haha
    Só fiquei com uma dúvida… Quando voce falou: “o valor de um curso de 6 meses era bem razoável e a gente tinha permissão para trabalhar. Agora o Governo está implicando um pouquinho com essas questões, mas ainda vale a pena, na minha opinião”, fiquei sem entender.. Para estrangeiros trabalhar na Irlanda ficou mais difícil? 😦

    Beijo grande!

    Curtir

    • Ola Nathalya,
      O que alterou na regra de trabalho é o seguinte: antes a gente podia trabalhar ate 20h por semana quando estava estudando e 40h quando acabava o curso ou estava de férias da escola, independente de que epoca do ano era.
      Agora a carga horaria ainda é essa MAS acontece que existe um certo período em que podemos trabalhar full time, que é de maio a agosto, e de 15 de dezembro a 15 de janeiro. Portanto, por exemplo, se vc acaba seu curso em fevereiro, tem que ficar trabalhando part-time mesmo não estando na escola, até chegar maio, quando é permitido trabalhar full time.. entende? Isso é um saco porque agora o fim do seu curso ou suas ferias precisam coincidir com aqueles meses pra vc poder trabalhar ate 40h e, consequentemente, ganhar mais.

      Curtir

  5. Olá boa tarde, vou para Dublin em Setembro e seu blog estou acompanhando diariamente e adorando muito suas dicas, muito grata e continue ajudando os brasileiros que tem o sonho de ir fazer o 1º intercambio. Beijos

    Curtir

  6. Oi Bethânia, tudo bem? Eu e o meu noivo estamos considerando ir para a Irlanda dentro de uma ano (estou esperando somente eu me formar)…
    Sabemos que intercâmbio é um investimento alto. O que eu queria saber de você é se conseguimos recuperar o investimento que fizemos e voltar com troquinho? rsrs
    Muito obrigada, abraços!!

    Curtir

    • Ola Adriana… recuperar tudo e ainda voltar com grana acho meio difícil! haha
      Porque vc pode trabalhar mas uma boa parte disso vai pro aluguel e contas, mercado, fora as viagens que vcs vao querer fazer.. só se vc tiver um salario bacana e economizar MUITO pra conseguir juntar uma boa grana pra voltar pro Brasil. Daí talvez não valha a pena porque se é pra ficar aqui sem gastar nada, vc tbm não aproveita muito. Esquece o dinheiro que vc gastou pra chegar até aqui e com o que vc ganhar, vc paga suas contas, viaja um pouco e guarda o resto, só pra nao voltar sem nada depois. Pelo menos é assim que eu penso… vir pra Irlanda pra juntar dinheiro é uma furada, porque o curso de vida aqui não é muito barato.

      Curtir

  7. Bacana as suas dicas! Acredito que já devorei quase que o blog inteiro (risos).

    Pretendo ir em breve para aí, mas estou com dúvidas em relação à hospedagem… Não sei se fico em casa de família ou procuro alguém que queira dividir apartamento, mas ambos os casos quero quarto individual.

    Não encontrei no google e facebook aluguéis de quarto individuais em apartamentos. Você tem noção de preço?

    Curtir

  8. Oi! Parabéns pelo post, bem completo!

    Você já está aqui há quanto tempo? Cheguei em Janeiro deste ano e estou amando cada minuto! Essa cidade é muito charmosa, realmente me encantou.

    Também escrevo sobre minhas experiências em um blog: Viva, Viaje! Te convido a conhecer..
    http://www.vivaviaje.com.br

    Qualquer coisa que precisar estamos aí.

    Até.
    Vivi

    Curtir

  9. Eu adorei o seu blog! Add nos favoritos! 🙂 estou fazendo a pesquisa para ir para Irlanda, mas o meu interesse inicialmente seria Cork, pois tem muitos cursos e é uma cidade menos turística, você sabe me informar como funciona o processo de seleção para ingresso em uma faculdade particular ai na irlanda ou mesmo cursos técnicos, estava fazendo uma busca e vi que eles (instituições irlandesas) costumam exigir apenas uma nota mínima no IELTS isso confere? caso a pessoa vá com interesse em fazer um curso de aprimoramento linguístico (esse do visto de 1 ano) e dps queira engatar em outro curso tipo uma graduação isso é possível?
    obrigada pela ajudaa!! 🙂

    Curtir

    • Olá Juliana!
      Infelizmente não sei nada sobre faculdades e o processo de seleção. Daqui uns 2 anos, se eu quiser ficar aqui ainda, terei que fazer uma graduação, então ainda não me preocupei com isso, vou pesquisar mais pra frente.
      Sobre a sua última dúvida, sim é possível vc fazer um curso de inglês e depois desse um ano, entrar em uma faculdade!
      Bjos

      Curtir

  10. Hello, Bethânia! Estou passando aqui para agradecer a indicação do Inglês na Ponta da Língua feita no texto. 🙂 Bom saber que o meu pequeno site serve de ajuda para muitas pessoas que querem ficar com o inglês na ponta da língua. 😀 Qualquer coisa, estou pela web. Sucesso e, mais uma vez, thank you very much indeed for that!

    Curtir

    • Ola Denilso, nossa que honra vc aqui no meu blog!! haha
      Sério, sou sua fã! Lia o blog todo dia antes de vir pra Irlanda, agora estou bem sem tempo mas ainda recebo os posts no meu e-mail. Obrigada vc pelo ótimo trabalho.

      Curtir

  11. Olá bethânia, parabéns pelo blog! Pretendo ir para a irlanda em julho de 2016. Meu inglês é intermediário,sei falar e entendo até bem.claro, preciso aprimorar o vocabulário.quando falo com gringos troco boas idéias. Gostaria de saber se com um inglês intermediário e chegando ai estudando …nos primeiros dois meses aprendendo mais ai ,voce acha que será possível conseguir emprego? Lembrando claro todo o esforço pra tal! Obrigado!
    E se alguém for na msm época e auiser dividir casa…
    21 979979643 whatsapp bjos e abraços.

    Curtir

    • Ola Engler, sim claro que eh possivel arrumar emprego com ingles intermediário.. ate com ingles basico. O que varia eh o tipo de emprego, e tbm tem outros fatores alem do ingles que influenciam.
      O ingles irlandes eh bem chatinho de entender, mas estudando e conversando o maximo na rua, trabalho, conhecendo gringos etc vc consegue evoluir.

      Curtir

  12. Oi Bethânia! Parabéns pelo blog! Todas as pessoas que estão pensando em ir para a Irlanda deveriam ler seus posts. Foi muito útil pra mim, parabéns mesmo!
    Eu decidi fazer intercâmbio há pouco tempo e comecei a pesquisar, escolhi a Irlanda por ser o mais barato, mesmo com a alta do euro ainda está valendo mais a pena que outros países.
    Mas agora estou em dúvida se vou pra Dublin ou Cork. Gostei muito de Cork pelo que eu tenho visto da cidade, além de parecer ser mais barato morar lá, mas tenho um pouco de receio de ser mais difícil de conseguir emprego. O que você acha? Qual das duas cidades vale mais a pena? Obrigada! 🙂

    Curtir

    • Ola Luis, eu não tenho ideia se em Cork é mais difícil arrumar emprego ou não.. a cidade é bem menor que Dublin, portanto a oferta é menor, mas a concorrência também. Eu acho que Dublin oferece mais oportunidades, então voce poderia tentar aqui durante os 6 meses da escola, e se nao arrumar nada depois, vc tenta nas outras cidades! O aluguel lá é mais barato, mas as escolas de ingles são mais caras. Então vc precisa fazer as contas e ver o que compensa mais!

      Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s