Trabalhando!

Sim, finalmente após 5 meses em Dublin, estou trabalhando. E todos os meus amigos que chegaram na mesma época que eu também, então esse é um post pra dizer: há esperança! Primeiro vou falar do trabalho atual, e depois conto como foi tudo, do início até agora, e também a experiência dos meus amigos.

eazycity-dublin

Após 3 meses de estágio não remunerado, a empresa (EazyCity) quis me contratar para mais 3 meses, agora remunerado! Na verdade ainda é um estágio, portanto o salário não é alto, mas já é um trabalho e vai contar muito como experiência, e está me ajudando muito a melhorar o inglês.

A EazyCity é uma empresa com matriz em Cork e filiais em Dublin, Galway, Edimburgo e Londres. Os serviços oferecidos vão desde acomodação (eles gerenciam vários apartamentos e casas), pacotes com curso de inglês, au-pair, assistência a emprego (tradução de CV, etc). Aqui na de Dublin eu faço parte do welcome team, ou seja, faço de tudo um pouco lá! Desde responder e-mails com solicitações de reserva, dúvidas, pedidos de clientes, receber os clientes pro check in ou fazer o check out quando eles vão embora, receber pagamentos, atualizar a lista de chegadas, traduzir coisas pra português etc.

O escritório aqui em Dublin é pequeno, com 2 salas e ao todo 9 pessoas no total agora (mas alguns estagiários estão saindo e outros chegando). Mas mês que vem vamos mudar pra um prédio maior! Trabalho das 9:30 às 18h, com 1h de intervalo pra almoço, e às vezes no fim de semana (menos horas), e aí tenho folga durante a semana. Acho legal eu ser a única brasileira lá e o português servir pra alguma coisa, já que mais ninguém fala português lá, então posso ajudar quando chega algum cliente brasileiro que não fala nada de inglês.

O estágio que fiz não remunerado foi muito importante, pois a empresa gostou do meu trabalho e quis me manter lá, quando eu achei que eles apenas chamariam outro estagiário brasileiro no meu lugar. Ao final desse contrato eu vou ter 6 meses de experiência numa empresa irlandesa e isso vai contar bastante na hora de procurar outro emprego!

Se existisse uma fórmula pra arrumar emprego, eu diria: contatos + internet + rua. Faz muitos amigos e ter a indicação de algum deles pra alguma vaga é talvez a maioria dos casos, na internet tem muitos sites de emprego e andando na rua sempre vemos plaquinhas com vagas. Então, tentando dessas 3 maneiras, acho difícil você não conseguir! Não ter inglês fluente não te impede de trabalhar. Acho legal também fazer trabalho voluntário porque já é uma referência irlandesa pra colocar no CV. Faça um CV legal (se precisar minta um tiquinho nas experiências), na verdade um pra cada tipo de trabalho. procure bastante e duvido que em 4 ou 5 meses você não esteja empregado!

Os amigos

Na mesma semana que eu cheguei (final de março) chegaram também o João, o Pedro e o Schumager. Logo fiquei amiga dos dois primeiros e o Schumager eu conheci há pouco tempo. E TODOS nós estamos trabalhando. Ou seja, é bem difícil conseguir emprego nos primeiros meses, mas com 4, 5 meses aqui todo mundo começou a se arranjar!

O Pedro e o Schumager se inscreveram na agência Noel. Como essa existem algumas, como a Excel, e elas funcionam assim: você se cadastra, leva seus documentos, e eles te chamam para as vagas (quase sempre temporárias) do tipo estoque, cleaner, kitchen porter, garçom. Para isso você tem que ter um curso chamado manual handling, que dura umas 2h e custa em média 50 euros. Sem este curso eles não te dão nenhuma vaga. Você pode fazer esse curso por uma agência e depois se inscrever em outra. Para trabalhos em cozinha eles pedem também o curso de food safety.

O Pedro está trabalhando como stock assistant, num galpão embalando whisky, full time, de segunda a sexta. O Schumager é kitchen porter em Bray, também full time. Já o João, como tem cidadania italiana, não sofre como nós meros estudantes brasileiros! Ele se mudou pra Cork e como tem experiência na área de TI, também arrumou emprego num projeto de 3 meses que paga muito bem. Ele disse que o que mais atrapalha é o inglês, mas está melhorando.

Eu

Em abril, apenas um mês depois de chegar, vi uma vaga de estágio pra quem falasse português, pra Cork, mas a escola não me deixou ir, então eles acabaram me oferecendo uma vaga aqui em Dublin, part-time, 15h por semana. Eu fazia mais traduções para o site Language Discount e ajudava com e-mails em português para a EazyCity. Foi assim em maio, junho e julho.

Em agosto, eles me chamaram pra ficar mais 3 meses. Nesse tempo, meu dinheiro estava acabando (como contei aqui), e eu estava mandando cv pra tudo quanto é vaga: au pair, cleaner, waitress, camareira em hotel. Recebi algumas respostas, mas todas ia demorar até se confirmar, fiz um teste num café (não passei), então aceitei logo o outro estágio na EazyCity. Pra mim é super cômodo: é no centro, o trabalho é legal, não é subemprego, falo bastante inglês!

Acho que tive sorte, não precisei sair entregando cv (meu plano era mandar muitos pela net primeiro, e se não desse em nada ia sair entregando na rua). Mas tenho certeza que foi o fato de eu ter aceitado trabalhar 3 meses sem ganhar nada que contou pra conseguir esse. Muita gente nem pensa nessa opção quando chega aqui. Então, é garantido que eu fique lá até 16/11, depois talvez eu fique mais 1 mês part-time (tenho que voltar pra escola 17/11 e terminar o curso).

Pra quem não tinha nada confirmado, não sabia se ia ter que voltar, meu plano até que está ok por enquanto. Em dezembro tenho que me virar de novo. Inverno irlandês, eu vou te conhecer! haha By the way, a Penneys já está vendendo várias coisinhas de inverno!

penneys-dublin

Anúncios

12 comentários sobre “Trabalhando!

  1. Você é mais um exemplo de gente que aceitou estágio não-remunerado e teve retorno da empresa. Tenho uma amiga que trabalhou 1 mês e foi contratada – não para o que cargo que ela queria, mas foi contratada e foi isso que abriu as portas do mercado de trabalho pra ela aqui em Dublin! Parabéns!

    Curtir

  2. Bethânia, primeiramente gostaria de te parabenizar pelo site; muito interessante o seu post, é no mínimo inspirador para quem está indo viajar, afinal, em um mundo tão globalizado como o nosso e cheio de informações, ficamos até meio perdidos sobre o que devemos acreditar ou não, mas o seu é muito realista, além de muito bem elaborado e escrito, mostra o dia-a-dia de um intercambista como de fato é.

    A minha pergunta é: como tu conseguiu esse estágio? Através da escola? Posso conseguir um estágio de menos tempo? Eu vou para Dublin em maio do ano que vem e a minha escola é a ELA, acho que nem preciso te dizer que meu coração está a mil hehehehe

    Mais uma vez parabéns pelo site e pelo post!!

    Curtir

    • Oi Fabiele, obrigada!
      Eu consegui no site workireland. Me inscrevi, eles entraram em contato e fiz uma entrevista por skype. Negociamos os horários pq eu estava na aula de manhã. geralmente os estágios são de 4 meses ou mais, mas você pode achar uma empresa flexível que negocia os horários pra vc… tem que procurar e se inscrever em vários!

      Curtir

      • Mais você já foi para aí com um conhecimento do idioma então?! Estou fechando para ir também em fevereiro de 2015, se não mudar nada para o visto né?! hehe E acompanho sempre sua página. Quero fazer trabalho voluntário como você, e espero conseguir um trabalho também!! Mais não tenho nenhum domínio do idioma ainda!! Aproveitando a oportunidade, como foi o seu processo de decisão da escola para estudar?!

        Um abraço!!

        Gabriel

        Curtir

        • Ola Gabriel, obrigada por acompanhar!
          Bom, eu já vim com uma base de inglês sim, entrei no nível avançado, mas não fala muito não, falta de prática! Aconselho estudar aí mesmo, pra ter uma base de gramática. Até fevereiro tem chão! rs
          A escola escolhi por 3 motivos: preço bom, fica no centro e eu não achei reclamações sobre ela.

          Curtido por 1 pessoa

  3. Oi Bethânia!

    Estou pensando em utilizar os serviços da eazycity! haha
    Te mandei uma msg no face com uma dúvida! Deve estar na pasta de ‘outras’, por isso vim avisar aqui =P

    Curtir

  4. Bethania, bom dia será que eu poderia adicionar vc no skype para tirar algumas dúvidas. Não quero atrapalhar vc. Estou fechando com a oi londres e em março 2015 estarei aí para estudar na escola NED. Seria muito gratificante falar com vc

    Curtir

  5. Oi, Bethânia! Gostaria de te agradecer por compartilhar a sua experiência com a gente. Estou indo pra Irlanda mês que vem e te confesso que fiquei preocupada com o fato de vc estar comemorando que conseguiu emprego apenas 5 meses depois! :O Bem, estou indo com uma reserva técnica, claro, mas realmente me deixou apreensiva se o tempo médio de conseguir algum trabalho costuma ser esse.

    Curtir

    • Ola Ludmila,
      No meu caso eu confesso que nao procurei muuuito, sabe? Não sai na rua pra entregar CV nenhuma vez. Mas eu acho que é muito difícil conseguir emprego no primeiro e segundo mês. Então acho que a partir do terceiro e quarto é mais provável! Mas claro que se vc já chegar e procurar muito, pode achar logo, quem sabe?

      Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s