Como foi o Summer Break Festival em São Paulo

Esse Festival foi bem polêmico desde antes de começar. primeiro porque os ingressos estavam super caros: R$650,00 a pista premium sendo que havia poucas bandas no setlist e somente duas gringas! Segundo, porque um tempo depois de começarem as vendas, eles simplesmente divulgaram um lote promocional com ingressos bem mais baratos, e quem comprou bem antecipado se ferrou (eu, inclusive). Resolvi não me estressar com isso, já tinha pago e não havia o que fazer, e eu ia ver Incubus, não tem como isso ser ruim.

Muita gente já reclamava da organização do Festival. No Rio, eles mudaram o local para um muito menor e os ingressos esgotaram. Em São Paulo, as vendas não estavam nada boas visto que, alguns dias antes do show, tinha ingresso sendo vendido no Groupon, super baratos!

Enfim, vamos para o dia do show em São Paulo: 07/12/13. Não vou fazer uma crítica sobre a parte técnica/musical até porque não entendo de música, vou falar apenas sobre minhas impressões.

Cheguei mais ou menos 11 da manhã na fila: havia 2 filas, cada uma de uma lado, a premium e a comum. Encontrei o pessoal do Facebook lá e ficamos esperando, torrando no Sol, conversando, só na expectativa! O horário marcado para a abertura dos portões era 12h, mas só foi abrir mesmo lá pelas 12h30.

O que me irritou um pouquinho foi o lance do ingresso: eu tinha comprado com o cartão Mastercard e na entrada será só passar o cartão, eu não tinha nenhum ingresso ‘de papel’. Só que a esperta aqui perdeu o cartão bem no dia da viagem. Liguei na central de atendimento da Tickets4fun e a atendente modificou minha compra e pediu que eu retirasse na bilheteria.

Lá pelas 11:40, saí da fila e fui na bilheteria, expliquei e a moça garantiu que tudo relacionado ao Mastercard era na entrada do show e não na bilheteria. Fiquei em dúvida, mas ok. Voltei pra fila, abriram os portões e quando fui entrar, me mandaram ir na bilheteria! Tive que correr para o outro lado, pegar uma filinha, explicar para outro atendente (que demorou mas entendeu, dessa vez), imprimiu meu ingresso e corri de volta para a entrada, que nessa hora nem tinha mais fila.

Entrei no Campo de Marte – o aeroporto onde foi o show. Aviões pequenos ainda pousavam e decolava. O palco era bem grande e em volta dele tinha banheiros, stands de empresas, barraquinhas de comida. Bebidas eram super caras: água R$5,00, refrigerante R$6,00 e cerveja R$7,00. De comida tinha yakissoba, temaki, batata frita e outras coisas que eu nem olhei direito para não gastar. Tinha levado um bolinho Ana Maria e a rádio 89 estava dando bolachinhas BreakUp (economia total depois de pagar os olhos da cara naquele ingresso).

Encontrei as meninas que estavam já com seus lugares garantidos na grade. A área da pista premium era enorme, e tinha pouquíssimas pessoas. Ainda bem que eu não comprei o ingresso comum, porque ficaria bem longe do palco! Lá pelas 13h e pouco começou a primeira banda: Dnaipes. Tocaram só umas 5 ou 6 músicas, sendo 2 repetidas e uma do Charlie Brown Jr. Depois foi a vez da banda Nem Liminha Ouviu (nome que gerou muitas piadinhas antes e durante o Festival), o som estava péssimo, dando microfonia toda hora, o vocalista ficava reclamando toda hora com o povo da técnica.

Até essa hora tinha pouca gente no show. Dava pra sentar no chão (isso estando na grade!), dar uma volta, ir comer. Quando começou a banda de reggae SOJA, o povo apareceu do nada, e começou a encher. Assim como a fumaça começou a subir (muita mesmo). Enquanto isso, a gente queimava um pouquinho no Sol, que estava firme e forte bem na nossa cabeça. O calor era tanto que os bombeiros começaram a distribuir água pra quem estava na frente (viu, não precisei pagar R$5,00!). Era mais fácil pra eles dar água do que ter que socorrer um monte de gente desmaiada! (e de hora em hora eles passavam com os copinhos de água). Parabéns pra isso!

Foi legal o show deles, eu nem conhecia e não curto muito, mas não foi um sacrifício ter que assistir. Eles fizeram uma batucada à la Timbalada com samba que foi bem legal. Mais meia hora para arrumar o palco, trocar os instrumentos e começou o show da banda O Rappa. Outra que não sou fã, mas foi bom o show. O Falcão também reclamou do som no começo.

Acabando O Rappa, ansiedade, pois a próxima banda era a razão de eu e as meninas termos ido a esse Festival: Incubus! Estava marcado para as 19h, e o céu começou a ficar nublado, ameaçando chuva. Começou a chuviscar e o show atrasou (por problemas elétricos, segundo eles). Muitos problemas nesse Festival: o telão às vezes apagava, só foi subir completamente no meio dos shows, o som estava ruim.

Escureceu, chuvinha fria que não estava atrapalhando, e eles entraram no palco! Finalmente, a minha banda preferida estava ali tão pertinho. Foi a terceira vez que eu vi um show deles, as outras duas foi em 2007, também em São Paulo. O show foi ótimo, mas muito curto (era um Festival, e além disso teve o problema do atraso). Gritei e pulei muito, cantei, e quando acabou, quase 21h, saíamos de lá felizes!

Depois de Incubus teve show da Dave Matthews Band, que eu não conheço quase nada, e até gostaria de assistir, mas tinha que voltar sozinha de metrô, então não quis ir embora muito tarde.

Achei que esse Festival foi bem tranquilo, e não pude deixar de pensar que fãs de Incubus, SOJA e Dave Matthews Band são pessoas finas e educadas: não teve nenhuma briga ou confusão. Só paz e amor! hahaha

Como comprei o ingresso e a passagem logo que abriu, me arrependi um pouco, porque logo depois o Incubus anunciou show (só deles!!) em BH e em Curitiba, e eu com certeza teria preferido ir pra lá em vez de um Festival com várias outras bandas que eu não adoro e ainda custando tão caro.

Mas, no geral, adorei o fim de semana que passei em São Paulo, gostaria de ter ficado mais, e com certeza, se eles vierem de novo pro Brasil, eu vou estar lá, seja em qualquer cidade.

Fotos do tumblr IncubusOfficial

Para chegar ao Campo de Marte de metrô: descer na estação Santana ou Carandiru, e andar à pé uns 5 minutos, seguindo a direção da av. Santos Dumont. É só perguntar que todos os comerciantes ali explicam.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s